Autoconhecimento Carreira Empreendedorismo Liderança e Pessoas

6 processos para melhorar a tomada de decisões na empresa

71891-6-processos-para-melhorar-a-tomada-de-decisoes-na-empresa

Ocupar um cargo de gerência no mundo corporativo, atualmente, tem um significado bastante particular. As organizações esperam que um gerente tenha uma grande habilidade para exercer liderança e isso está diretamente ligado a sua capacidade de tomar decisões cada vez mais arrojadas. Esse é um ponto determinante para o sucesso ou fracasso das organizações.

Por isso, esteja atento ao que o mercado tem a oferecer no que concerne a treinamentos para formação de lideranças e acompanhe, aqui, seis dicas fundamentais para tomada de decisões na empresa.

1. Seja uma liderança servidora

Uma forma virtuosa de exercer liderança é quando moldamos nossas ações no sentido de construir um legado para as organizações, para a nossa cidade ou para sociedade como um todo. Esse é um dos pilares da chamada liderança servidora que, entre outras coisas, crê em uma melhora no desempenho profissional a partir de uma transformação pessoal.

Ensinamentos preciosos relacionados à liderança servidora estão reunidos no celebrado treinamento “O Monge e o Executivo”, inspirado na obra literária de mesmo nome. Em uma imersão de alguns dias, o treinamento é dirigido a todos que desejam reinventar profundamente a vida pessoal e profissional.

Iniciativas, como a do treinamento, que visam a formação de lideranças para o desenvolvimento pessoal, dão novo significado à nossa relação com o mundo do trabalho, além de maior ânimo para nós mesmos e para aqueles que lideramos. Ao nos tornamos fonte de inspiração para os que estão à nossa volta no dia a dia profissional, certamente estamos contribuindo bastante para melhoria do clima organizacional das empresas onde estamos inseridos.

2. Opte por relações interpessoais virtuosas

A proximidade entre um gerente e sua equipe vai muito além da condição de ser presença garantida no happy hour da sexta-feira. Um bom líder está atento às expectativas e pretensões de seus colaboradores dentro de seu setor e deve abrir canais de comunicação para com eles.

Nesse sentido, uma atitude louvável é o gerente promover encontros periódicos com colaboradores, de preferência de forma individual, para que haja um espaço aberto para se discutir o que houve de positivo ou negativo em determinado período.

Esse nível de aproximação contribui para que o funcionário se sinta prestigiado frente à sua chefia imediata, uma vez que será mostrado a ele que é merecedor de ser ouvido. Ao adotar tal postura, você estará muito mais próximo de tomadas de decisões acertadas em sua empresa.

3. Busque um padrão de decisão para rotinas administrativas

O hábito de tomar decisões coerentes quanto a um mesmo tema ou problema traz segurança aos liderados e ao próprio líder. Isso se aplica, principalmente, a rotinas administrativas que, muitas vezes, apresentam problemas repetitivos.

O fato de tomar decisões diferentes quanto a uma mesma questão é fonte de instabilidade para a equipe, assim como pode trazer questionamentos quanto a seus métodos de gestão.

Problemas considerados novos devem receber tratamento diferenciado e merecem ser reportados às esferas superiores da escala hierárquica da empresa. Isso porque tratar o problema de forma conjunta, se valendo da experiência de diferentes profissionais,  agrega valor à decisão a ser tomada.

4. Foque em processos e não somente em resultados

Uma organização que chega a bons resultados na gestão de seus negócios não precisa apresentar, necessariamente, um bom clima organizacional (necessidades, preocupações e percepções de seus colaboradores).

Muitas metas, algumas vezes, são alcançadas a custo de jornadas de trabalho extenuantes para alguns membros de uma equipe, sem a necessária recompensa por parte de quem ocupa um cargo de gerência. Tal situação tem o potencial de gerar insatisfação e animosidades junto aos colaboradores.

A decisão focada em processos privilegia os métodos e procedimentos notoriamente mais adequados para a empresa, levando em conta todos os aspectos de determinada realidade. O gerente e as chefias, de maneira mais ampla, devem entender que ganhos imediatos a qualquer custo, e em um pequeno período de tempo, não são equivalentes à perda gerada pela desagregação de toda uma equipe a médio e longo prazos.

5. Adote uma visão sistêmica para gerenciar processos

Um bom líder deve saber, de forma precisa, quais processos e recursos foram encadeados e mobilizados para se gerar um determinado produto. Essa visão do todo tem muito a contribuir para a tomada de decisões assertivas em relação à alocação de pessoal e identificação de pontos críticos de sucesso, no contexto das atividades desenvolvidas em seu setor.

A título de exemplo, podemos pensar nas dificuldades envolvidas em se identificar as causas de um atraso sistemático de uma entrega periódica, como um relatório que circule semanalmente em uma diretoria.

As chances de se chegar a uma resposta rápida e eficaz para esse problema são remotas quando o gerente está imerso em uma mesma atividade por mais tempo do que deveria, perdendo a completa noção do que se passa com outros fluxos de trabalho.

6. Utilize ferramentas de gestão para a tomada de decisões na empresa

Uma decisão tomada no calor do momento, e pouco ou nada baseada em informações, tem grandes chances de repercutir de forma negativa. O mundo empresarial exige hoje, mais do que nunca, que se busque por recursos voltados a uma boa gestão da informação.

Tendo isso em vista, um bom gerente não pode abrir mão de sistemas de monitoramento e indicadores que deem a correta medida do andamento das atividades sob sua responsabilidade.

As empresas e suas lideranças têm condições de ir em busca de ferramentas que as auxiliem nas mais diversas atividades, como o gerenciamento de estoque, as análises financeira e de vendas, e a gestão contábil e de produção. Valer-se desses produtos e serviços representa, hoje, uma grande vantagem competitiva em diferentes mercados.

Formar-se de uma boa liderança e ver-se apto a tomar decisões estratégicas dentro de grandes organizações passam por um esforço de capacitação continuada. No entanto, entre tantas tarefas que cumprimos todos os dias, deixamos de ir em busca de informações que são muito caras para cultivar um comportamento de líder.

Continue acessando informações importantes para o seu desenvolvimento e transformação profissional, conhecendo mais sobre formação de lideranças e tomada de decisões na sua empresa, através da assinatura da nossa newsletter.

Deixe seus comentários abaixo

Xando Natsume
Xando Natsume
Gerar conteúdo de valor é a proposta desse blog. Queremos contribuir para o seu crescimento e transformação da sua vida pessoal e profissional, explorando temas e assuntos relevantes para mudança de comportamento e carreira.
Você também pode ler
43374-por-que-muitos-profissionais-falham-na-lideranca-de-equipes
Por que muitos profissionais falham na liderança de equipes?
46844-gestao-de-conhecimento-6-dicas-para-aplicar-em-sua-empresa
Gestão de conhecimento: 6 dicas para aplicar em sua empresa