Negócios

Como liderar uma equipe em uma pequena empresa?

como-liderar-uma-equipe-em-uma-pequena-empresa-11958

Para assegurar o crescimento dos negócios, é fundamental investir em uma gestão eficiente, que contemple não apenas aspectos técnicos, gerenciais e administrativos, mas também práticas relacionadas ao capital humano. Aliás, o foco em resultados e em pessoas tem se mostrado um grande diferencial para o sucesso das pequenas e média empresas pelo mundo afora. Nesse contexto, outras prioridades vêm ganhando a atenção dos empresários, como a atração e a retenção de talentos, o desenvolvimento dos profissionais e a formação de equipes de alta performance. Com esse combo campeão é possível vencer os obstáculos e superar as dificuldades!

Diante do atual cenário, é simplesmente indiscutível a importância de uma liderança segura e inspiradora. Por isso, já vale lembrar que verdadeiros líderes são aqueles capazes de motivar, engajar, incentivar e potencializar as competências da equipe. E o poder da liderança fica ainda mais evidente em pequenas empresas, onde os recursos normalmente são mais escassos e os impactos do mercado, mais fortes. Nessa situação, é essencial contar com colaboradores comprometidos, criativos e multidisciplinares, que sejam capazes de encontrar respostas e oportunidades inovadoras.

Mas como empreender é sempre um desafio, os empresários devem estar preparados. Aí entram cursos de atualização, especialização ou pós-graduação para assegurar o conhecimento gerencial necessário, mas os líderes também precisam desenvolver competências comportamentais básicas, como equilíbrio emocional, resiliência, empatia e influência. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe:

A liderança servidora

O conceito de liderança servidora está baseado na afirmativa de que liderar é servir. Trata-se, dessa forma, de um processo de doação e envolvimento. O líder servidor busca identificar as reais necessidades de suas equipes, sempre com a intenção de auxiliar, apoiar e motivar os colaboradores. Assim todos podem desenvolver novas habilidades. Na verdade, esse modelo de gestão é bastante adequado às pequenas empresas, pois permite a aproximação entre líder e liderados, facilitando a criação de um sistema de cooperação mútua e contínua por meio do compartilhamento de propósitos, ideais, sugestões e opiniões.

No dia a dia, o líder servidor adota uma atitude positiva que inclui bom humor, gentileza e entusiasmo, além de garantir uma gestão mais horizontalizada, reduzindo os efeitos limitadores das hierarquias. Consegue, dessa forma, construir um time legítimo, com talentos complementares e um objetivo maior: a expansão e o sucesso da empresa.

Suas consequências

O líder servidor se preocupa com as necessidades da equipe, dedicando-se a promover melhorias reais, seja por meio da otimização de processos, da solução de problemas ou do esclarecimento de dúvidas. Nesse caso, não há procrastinação e sim proatividade. E é claro que essa atitude tem impacto direto na motivação e na produtividade de todos. Paralelamente, o líder reconhece a importância dos programas de desenvolvimento e de qualificação dos colaboradores.

Com equipes mais preparadas, capacitadas e independentes, os processos e as rotinas diárias ganham qualidade e agilidade. Por meio da elaboração de um plano personalizado, é possível contribuir para o amadurecimento e a evolução de cada profissional. Assim fica mais fácil perceber consequências imediatas em importantes indicadores de gestão, como nas taxas de absenteísmo e rotatividade, na incidência de falhas e retrabalhos, no custo operacional, na satisfação dos clientes e no faturamento da empresa como um todo.

A liderança na prática

Por mais que liderar uma equipe exija empenho, dedicação, paciência e perseverança, é uma experiência extremamente enriquecedora. E por essas e outras é que o primeiro passo para liderar uma equipe consiste em aprender a liderar a si mesmo. Confira agora algumas dicas sobre como liderar uma equipe em uma pequena empresa:

Entenda o negócio e o mercado

Um bom empresário deve compreender profundamente seu negócio. E isso inclui informações não só sobre a situação da própria empresa, mas também do mercado, dos concorrentes, do público-alvo e de novas tecnologias, além dos impactos e das oportunidades trazidos pela crise. Isso sem contar, claro, com o cenário econômico do país, que envolve inflação, desemprego, redução do poder aquisitivo da população, dificuldades de crédito e variação do câmbio. Com todas essas informações, o empresário pode atuar de forma mais efetiva, transmitindo tranquilidade e segurança a seus colaboradores.

Aprimore seu autoconhecimento

O autoconhecimento é imprescindível para a formação de um bom líder. Afinal de contas, é apenas por meio da percepção das próprias limitações, fraquezas, expectativas e ambições que se torna possível desenvolver habilidades essenciais à liderança. Aí se tem a humildade, a coragem e a autoconfiança. Nesse contexto, o coaching de carreira se apresenta como uma ferramenta bastante útil para guiar o aprendizado pessoal.

Conheça bem seus colaboradores

O líder deve conhecer cada membro de suas equipes, identificando habilidades, valores pessoais, motivações, preferências e restrições. Assim fica mais fácil reconhecer talentos, oferecer feedbacks, planejar treinamentos, orientar e corrigir desvios. Diálogos honestos e livres de prejulgamentos são fundamentais nesse sentido.

Veja indivíduos e não só profissionais

O líder servidor enxerga o indivíduo e não apenas o profissional. Por isso, é capaz de perceber problemas de ordem pessoal e efetivamente agir para auxiliar o colaborador em momentos difíceis e conturbados. Esse comportamento reforça a relação de confiança entre líder e liderados, elevando a motivação o comprometimento a outros patamares. E essa visão possibilita, ainda, o desenvolvimento de iniciativas mais abrangentes de gestão, envolvendo questões como a saúde e o bem-estar dos funcionários.

Desenvolva habilidades comunicativas

As habilidades comunicativas do líder interferem diretamente na produtividade e no engajamento das equipes. Por isso, a liderança deve ser capaz de compartilhar informações, esclarecer dúvidas, definir prioridades, estabelecer metas e, principalmente, direcionar esforços de acordo com as necessidades da empresa. Para tanto, todos os canais precisam ser corretamente utilizados: e-mails, redes sociais corporativas, aplicativos de mensagens e até mesmo o tradicional mural de avisos. E atenção: a reunião com o time deve ser melhor aproveitada, pois é um momento de participação e colaboração que fortalece o senso de pertencimento e a integração entre os colaboradores.

Procure reforçar sua credibilidade

Um verdadeiro líder tem credibilidade de sobra junto à sua equipe. E essa credibilidade toda se desenrola por meio de comportamentos cotidianos. Por isso, é preciso sempre demonstrar coerência, alinhando discurso, ações e decisões. Transparência, ética, sinceridade e compromisso também são elementos que devem fazer parte da gestão.

Aposte na persuasão e na argumentação

A persuasão e a argumentação estão entre as principais características da liderança servidora. Por meio do poder de comunicação, da influência, da autoridade e do questionamento, o líder incentiva os colaboradores a considerarem outras hipóteses, a utilizarem novos ângulos e premissas, além de encontrarem as melhores respostas. Essa prática também estimula o pensamento criativo, a inovação, a flexibilidade e a adaptabilidade da equipe.

O empresário deve aprender como liderar uma equipe aliando interesses individuais e coletivos, pois resultados sustentáveis só são possíveis quando existem profissionais comprometidos, competentes e verdadeiramente motivados! Mas e na sua opinião, quais são as maiores dificuldades em liderar eficientemente uma equipe? Compartilhe suas experiências e impressões conosco!

Deixe seus comentários abaixo

Xando Natsume
Xando Natsume
Gerar conteúdo de valor é a proposta desse blog. Queremos contribuir para o seu crescimento e transformação da sua vida pessoal e profissional, explorando temas e assuntos relevantes para mudança de comportamento e carreira.
Você também pode ler
desapegue-venca-o-medo-de-errar-na-lideranca-nas-organizacoes32024
Desapegue! Vença o medo de errar na liderança nas organizações
flat design businessman running on top of arrow icon vector illustration
O guia para ser um líder inesquecível (no bom sentido!)