Carreira

Como promover um colaborador a gerente?

gerente-escolha

A qualidade do capital humano e o potencial das lideranças são os dois maiores diferenciais competitivos de qualquer empresa, capazes de assegurar a longevidade e o sucesso dos negócios mesmo em tempos difíceis. Nesse sentido, como os gestores são os grandes responsáveis pelo desempenho de seus liderados, devem ser cuidadosamente identificados e preparados. Afinal de contas, o estilo de gestão impacta diretamente em indicadores importantes (como taxa de rotatividade, absenteísmo, motivação e engajamento), assim como nos resultados gerais da organização.

De fato, o valor de uma empresa está na competência e na criatividade do seu time. Assim, além de profissionalizar os processos de recrutamento e seleção, sempre com a intenção de formar equipes de alta performance, é preciso também saber como avaliar um funcionário e como promover os verdadeiros talentos. Por essas e outras, é fundamental estabelecer políticas internas eficientes, norteando a escolha de profissionais capacitados para assumirem cargos de gerência. Quer saber como? Então conheça agora algumas dicas valiosas para tomar decisões assertivas na promoção de seus colaboradores!

Plano de carreira

O primeiro passo consiste em elaborar um plano de carreira corporativo que inclua todas as competências, responsabilidades e exigências de cada função. Assim, todos os colaboradores podem compreender quais características e habilidades devem aprimorar a fim de se tornarem candidatos a futuras promoções. Paralelamente, é preciso contar também com políticas de cargos e salários que alinhem remunerações e benefícios. O plano de carreira também evita parcialidades e apadrinhamentos, eliminando a subjetividade da escolha e reforçando a transparência da gestão. Isso sem contar que, dessa forma, ainda é possível fortalecer a motivação das equipes e incentivar uma cultura direcionada ao constante desenvolvimento, ao aprendizado e ao aperfeiçoamento profissional.

Programa preparatório

Outra iniciativa importante é a criação de um programa de preparação das lideranças, que deve estar baseado em estratégias para a identificação de funcionários talentosos por meio de avaliações de desempenho e análises de perfil. O ideal é basear essa preparação nas necessidades da própria empresa, ou seja, desenvolver nesses funcionários as competências mais relevantes para o negócio, para a gestão de pessoas e para a adequada condução de equipes.

Avaliação de desempenho e de perfil

Para realmente avaliar um funcionário, é preciso reunir diversas informações, que incluem conhecimento técnico, formação gerencial, cursos específicos, desempenho e resultados. A análise de perfil também pode ser uma grande aliada nessa avaliação mais completa, pois indica habilidades, ambições, preferências e até deficiências do profissional, colaborando para uma tomada de decisão correta.

Potencial de liderança

A capacidade de liderança, essencial a absolutamente qualquer cargo de gerente, pode ser identificada por meio da própria análise de perfil e, também, da postura do funcionário. As habilidades de construir relacionamentos produtivos, de trabalhar bem em equipe, de se comprometer, de tomar a iniciativa, colaborar e, em especial, influenciar e persuadir colegas são essenciais aos líderes. É preciso, portanto, identificar (ou desenvolver) essas variáveis o quanto antes.

Competências comportamentais

As competências comportamentais também são determinantes para um cargo de liderança. Assim, maturidade, equilíbrio emocional, humildade, empatia, autoconfiança, resiliência, poder de decisão, aptidão para negociação e entusiasmo devem fazer parte do perfil do gestor. E não se esqueça de que, nesse contexto, também está a atitude positiva, que abrange o bom humor, a gentileza, a escuta ativa e o otimismo. A reação adequada diante de conflitos, problemas e urgências também deve ser observada, afinal, saber lidar com opiniões contrárias, críticas e imprevistos é fundamental para uma gestão eficiente. E sabia que todas essas habilidades podem ser desenvolvidas com a ajuda de um coaching de carreira? Que tal incluir essa etapa no programa de preparação de lideranças?

Postura profissional

A postura do profissional também precisa ser observada, já que, ao assumir um cargo de gerência, passará a ser um representante da empresa dentro e fora dela. Por isso, ética, honestidade e retidão de carácter são aspectos essenciais de um verdadeiro líder. A coerência deve, portanto, estar presente em seu discurso, em suas ações e suas decisões, reafirmando a clareza do propósito e o foco nos objetivos.

Poder comunicativo

A qualidade da comunicação entre gestores e equipes tem impacto direto no clima organizacional, na produtividade (individual e coletiva) e nos índices de motivação e satisfação dos funcionários. Por isso, um bom gestor deve ser, também, um bom comunicador. É preciso, dessa forma, observar caraterísticas como extroversão, habilidade de falar em público, argumentação, capacidade de expor ideias de forma lógica e convincente, poder de síntese e, para fechar com chave de ouro, redação clara e objetiva.

Eficiência dos resultados

Já que uma promoção significa novos desafios e responsabilidades, é necessário que o profissional seja capaz de produzir bons resultados, superando metas e vencendo obstáculos. Dessa forma, para realmente avaliar um funcionário com a finalidade de conceder uma possível promoção, é preciso acompanhar seu desempenho por meio de indicadores e métricas que comprovem sua capacidade de planejamento e execução, tudo de acordo com as demandas da empresa.

Visão estratégica

Outro fator a ser avaliado é a visão estratégica do colaborador. Quão desenvolvida é sua capacidade de compreender a estratégia corporativa, otimizar processos, racionalizar recursos e encontrar soluções criativas e novas oportunidades para o negócio? Para tanto, é preciso, antes de mais nada, ser um profissional atualizado e estar sempre atento ao mercado, à concorrência e às novas tecnologias e tendências.

Interesse pelo aprendizado

Tudo bem que todos os profissionais precisam manter um interesse constante pelo aprendizado, mas como o líder é exemplo, deve investir continuamente em conhecimentos técnicos, especializações e atualizações comuns a qualquer que seja sua área de atuação, além de aperfeiçoar suas próprias competências comportamentais. Esse interesse não só é comum aos gestores de sucesso como constitui forma de garantir a atualização e o aperfeiçoamento de competências essenciais para sua função na condução de equipes.

Flexibilidade e adaptabilidade

Flexibilidade e adaptabilidade também são caraterísticas importantíssimas dos líderes, que, diante de um mercado e de uma sociedade em constantes transformações, precisam ser capazes de flexibilizar ações, decisões e conceitos, além de se adaptar rapidamente a novas realidades e necessidades. Lembrando que no caminho contrário estão a resistência a mudanças, a negatividade e a procrastinação.

Nível de aceitação

Para assumir um cargo gerencial, é fundamental que tal profissional seja reconhecido pela equipe como competente, experiente e apto a desempenhar a função. Essa percepção, gera confiança em uma liderança sólida, capaz de orientar, compartilhar informações e conhecimento, motivando e engajando todos. E esse cuidado deve ser redobrado quando a intenção for promover um funcionário do próprio time ao cargo de gerente, ok? Assim, para evitar frustração, desmotivação ou até algum tipo de boicote ao novo líder, o nível de aceitação dos colegas precisa ser cuidadosamente analisado.

Considerando todas essas dicas de como promover e de como avaliar um funcionário, é possível garantir a escolha correta do novo gerente, que será capaz de liderar a equipe de maneira segura e eficiente. E se quer saber mais sobre competências comportamentais (especialmente sobre a importância da escuta ativa e do poder de persuasão para liderar equipes), aproveite para conferir também este nosso outro post!

 

Deixe seus comentários abaixo

Xando Natsume
Xando Natsume
Gerar conteúdo de valor é a proposta desse blog. Queremos contribuir para o seu crescimento e transformação da sua vida pessoal e profissional, explorando temas e assuntos relevantes para mudança de comportamento e carreira.
Você também pode ler
Colleague taking notes at their desk using laptop
Saiba como liderar uma equipe em 9 passos
47010-de-que-forma-a-visao-sistemica-pode-ajudar-minha-empresa
De que forma a visão sistêmica pode ajudar minha empresa?