Carreira Gerenciamento Liderança e Pessoas

Saiba como liderar uma equipe em 9 passos

Colleague taking notes at their desk using laptop

Uma empresa que não aproveita bem os recursos de que dispõe — tanto humanos quanto materiais — acaba ficando ainda mais vulnerável aos altos e baixos do mercado. E esse não é um problema característico só de tempos de crise generalizada e contingenciamento, viu? Vale para qualquer contexto! Está aí se perguntando como manter a estabilidade e a proatividade do negócio? Não tem mistério. Para isso, é fundamental contar com a atuação de um líder que saiba tirar o máximo de proveito da equipe que tem.

Quer saber como liderar uma equipe da melhor maneira possível? Pois neste post você conhecerá ao menos os primeiros passos necessários para começar a traçar seu caminho rumo a uma liderança de sucesso. Preparado? Então veja:

Lidere a si mesmo

A mais pura verdade é que uma boa liderança deve, antes de mais nada, dar o exemplo. Pense bem: não adianta chegar com um discurso pronto, recitando inúmeras referências e propondo diversas ações inovadoras, se, na prática, você mesmo não aplica aquilo que defende. Antes de liderar uma equipe, é preciso primeiramente liderar a si mesmo, cultivando valores que sejam claros para todos os seus subordinados e tomando bastante cuidado para não se contradizer nas atitudes do dia a dia, por mais banais que sejam.

Contrate as pessoas certas

Embora as contratações normalmente sejam relacionadas ao departamento de Recursos Humanos, como líder, é imprescindível que você tenha sempre a palavra final — ou pelo menos acompanhe o processo de perto. Isso porque só o líder consegue ter uma visão sistêmica da própria equipe, sabendo exatamente qual tipo de peça encaixar para garantir a melhor performance do todo. E acredite: o profissional mais experiente nem sempre é a escolha mais apropriada! Muitas vezes, a contratação de um estagiário já é capaz de estimular o senso de cooperação do time pouco entrosado de tal maneira que nenhum expert conseguiria.

Ouça sua equipe

O velho discurso de fazer o que é melhor para a equipe só convence caso o time tenha de fato sido previamente consultado sobre seus desejos e suas aspirações. Afinal, subentende-se que um líder é um ser democrático por natureza e, portanto, jamais lidera sozinho. Ele conta com a ajuda de pontos de vista diversos, ouvindo desde o estagiário recém-contratado até o funcionário sênior, estabelecendo uma gestão em prol do bem coletivo — tanto quanto possível. Ah, e não se esqueça nunca dos feedbacks!

Defina metas e objetivos

Não há coisa mais desmotivante para qualquer equipe que não ter metas e objetivos definidos — e devidamente respeitados. Não quer perder o controle sobre seu time? Então alinhe as metas com cada colaborador antes mesmo de repassar tarefas. E não se engane: líderes que sobrecarregam seus subordinados com trabalhos inesperados ou até ignoram prazos e metas que eles próprios estipularam acabam perdendo a credibilidade na velocidade da luz!

Priorize o contato

Com os baixos custos apresentados pela prática do home office seduzindo gestores de grandes e pequenas empresas pelo país afora, além da conveniência proporcionada por programas como Skype e Google Hangouts (que possibilitam conferências on-line), as reuniões presenciais estão ficando cada vez mais fora de mão e obsoletas. No entanto, o líder deve saber como equilibrar o contato virtual com o real, pois ainda não há tecnologia que substitua a confiabilidade da conversa olho no olho e de um firme aperto de mãos.

Construa um clima de confiança

Sem contar com a total confiança de sua equipe, nenhum líder consegue atingir resultados realmente positivos, consequentemente causando um enorme mal-estar no ambiente de trabalho. Por essas e outras, é importante prestar atenção a gestos que podem, aos poucos, minar a confiança do time, como guardar informações importantes só para si, centralizar todas as decisões, delegar tarefas com desconfiança, fazer promessas que não pode cumprir e falar mal dos colegas de trabalho pelas costas.

Ajude a equipe a progredir

Um líder que se restringe a cobrar dos funcionários e apresentar resultados para os superiores exerce muito mais a função de chefia que a de liderança. Muito além de focar em números e estatísticas, o líder deve sempre ajudar sua equipe a progredir, identificando pontos fracos e fortes de cada um dos liderados, agindo proativamente no sentido de neutralizar as fraquezas e potencializar as virtudes de cada um e, assim, favorecendo a curva de aprendizado do time como um todo.

Acrescente um toque de descontração

Tomando por base os empregos full time, fato é que passamos praticamente a maior parte do dia trabalhando. Consequentemente, todo e qualquer esforço para deixar o clima organizacional o mais leve e descontraído possível é sempre bem-vindo. Estimular o senso de humor (desde que não resvale no bullying) e adotar o sorriso como etiqueta padrão se tornam quase obrigações para todo líder que quer ver sua equipe diariamente motivada. Só não se esqueça que, da mesma forma, não controlar o mau humor pode resultar em um ambiente carregado, altamente tóxico e contraproducente.

Reconheça seus erros

E finalizamos o percurso praticamente onde o começamos, afinal, reconhecer os próprios erros é, sem dúvida, o maior indicativo de que você está no rumo certo não só para ser um líder de si mesmo, mas de uma equipe inteira. É simples: você pode se preparar para um cargo de liderança a vida toda, com cursos de especialização e tudo mais, mas se não tiver humildade suficiente para reconhecer que comete erros — e, mais ainda, que eventualmente um de seus funcionários poderá estar certo e você não —, nunca será um líder de fato. Que tal então tirar essa liderança do papel?

Mas atenção: por mais que esse passo a passo tenda a facilitar bastante a missão do líder, o ideal é que ele tenha flexibilidade para entender que cada equipe é diferente, com seus próprios códigos de conduta e suas regras. É, portanto, uma péssima ideia chegar se impondo para mostrar quem é que manda. Mais válido é conversar antes com cada funcionário e analisar a maneira mais produtiva de encaixar a filosofia e as metas da empresa na dinâmica diária do time.

E então, animado para dar os primeiros passos em direção a uma liderança exemplar? Já conseguiu identificar em que etapa pode ter mais dificuldade? Comente aqui e compartilhe suas impressões e experiências conosco! E caso queira acompanhar mais posts como esse, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Deixe seus comentários abaixo

Xando Natsume
Xando Natsume
Gerar conteúdo de valor é a proposta desse blog. Queremos contribuir para o seu crescimento e transformação da sua vida pessoal e profissional, explorando temas e assuntos relevantes para mudança de comportamento e carreira.
Você também pode ler
Communicating a message
Aprendendo a escutar: como aumentar seu poder de persuasão
pressao-no-trabalho
Por que a falta de tempo é a principal causa da pressão no trabalho