Autoconhecimento Gerenciamento Liderança e Pessoas Produtividade

Sinergia empresarial: como ter uma equipe com o mesmo objetivo?

40475-sinergia-empresarial-como-ter-uma-equipe-com-o-mesmo-objetivo

O termo de origem grega sinergia se refere ao momento em que duas pessoas — ou dois objetos — agem em total sintonia para atingir um objetivo comum. Você já deve ter ouvido falar muito desse termo na sua vida pessoal, entre casais ou entre pessoas que mal se conhecem, mas se dão maravilhosamente bem. Mas sabia que a sinergia empresarial também é extremamente importante para o ambiente de trabalho?

Imagine um espaço profissional em que uma equipe:

  • Soma seus talentos;
  • Divide tarefas de acordo com as suas competências;
  • Troca conhecimentos;
  • Equilibra as forças de trabalho;
  • Elogia as boas práticas entre si;
  • Possui um objetivo em comum;
  • Consegue se relacionar bem interpessoalmente.

Esse espaço está repleto de sinergia empresarial!

Profissionais da mesma equipe, ou de departamentos distintos, que agem como parceiros — em prol do crescimento da empresa — e não como concorrentes, dificilmente encontram problemas em seu dia a dia. E, se eles aparecem, são superados facilmente.

Construa a sinergia empresarial

O líder é o elo essencial para que essa sinergia aconteça. Mesmo que você reconheça talentos individuais que se destacam diante dos outros, o ideal é não incentivar individualismos, e sim, transformar os seus colaboradores em uma “peça” única, que se move com harmonia para transformar o local de trabalho em um ambiente que se destaca frente à concorrência.

A sinergia empresarial deve ser baseada em seis fundamentos essenciais que alam pontos como:

  • Respeito;
  • Lealdade;
  • cooperação;
  • União;
  • Comprometimento;
  • Foco coletivo.

Mas, de maneira prática, como fazer com que os colaboradores entrem em coesão?

Respeite as diferenças

Nem todo profissional é igual. Ainda que duas pessoas tenham a mesma formação acadêmica ou venham do mesmo ambiente social, dificilmente agem da mesma forma, têm as mesmas habilidades e maneiras de agir.

Parece algo óbvio, mas na prática, muitos líderes esquecem que não é possível exigir o mesmo comportamento da toda sua equipe. Enquanto um profissional é extremamente comunicativo e empático com os clientes, outro possui facilidades com as tarefas mais sistemáticas, já um terceiro é extremamente competente no processo de divulgação e marketing.

Diante desse cenário de diversidades, o líder precisa ter um olhar atento para cada membro do seu time, de modo a criar uma sinergia empresarial. E ela não exige que todos ajam da mesma forma ou sigam o mesmo ritmo, mas sim que respeitem as diferenças, reconhecendo as dificuldades que cada colaborador apresenta na execução das suas tarefas e ajudando a superar esses obstáculos.

Afine a comunicação

Quando um líder não se comunica com a sua equipe, dá espaço aos rumores, comentários maldosos, problemas e, pior, aos erros. Uma comunicação interna eficaz é importante para que os colaboradores participem e entendam os processos e atividades dos quais estão participando.

Mesmo que um profissional tenha interesse em dar o melhor de si, se houver ideias erradas, comandos desencontrados e falta de diálogo, dificilmente ele prosseguirá no mesmo ritmo. Essa comunicação também é importante para que ele entenda os valores e a missão da empresa e não comprometa a imagem dessa marca com suas ações.

Estabeleça um objetivo comum para todos

Ao elaborar um plano estratégico para a sua equipe, é importante sempre estabelecer um objetivo ou metas que sejam comuns a todos, reconhecendo as necessidades de cada setor e as responsabilidades que cada indivíduo tem no processo.

É fundamental incluir toda a sua equipe nesse planejamento estratégico, identificando os pontos fracos, os aspectos que comprometem a execução do planejado e garantindo que todos entendam e estejam de acordo.

Não trate a sua equipe como uma máquina, que serve apenas para cumprir ordens. A sinergia empresarial deve nascer no processo de planejamento, mostrando como cada colaborador é essencial para o crescimento da empresa e como também é responsável por trazer benefícios. Essa prática simples é fundamental para que todos se sintam estimulados e motivados em prol de uma mesma meta.

Não crie centros de poder

Muitas empresas utilizam as hierarquias entre cargos para formar centros de poder, em que colaboradores são colocados em posições superiores a outros, em vez de agir em parceria. Esse tipo de polarização causa diversos problemas, como:

  • Influência negativa para toda a organização;
  • Tensões que impedem um convívio harmônico;
  • Incentivo às rivalidades.

Esse desgaste é ruim para o líder, encarregado de enfrentar um grupo desestruturado e lidar com a dificuldade para reter talentos, que dificilmente se mantêm em um ambiente profissional estressante e que não favorece seu crescimento.

Não incentive comportamentos individualistas

Com a competitividade do mercado, é comum encontrar profissionais que se isolam ou têm dificuldades de trabalhar em grupo, por falta de confiança nos outros ou pelo desejo de mostrar que estão fazendo o trabalho de maneira correta e sendo produtivos.

Muitos profissionais são incentivados pelos próprios chefes a agir de maneira individualista. Essas atitudes geram conflitos, fofocas e problemas para a equipe e a empresa.

É nesse aspecto que o verdadeiro líder se destaca. Ele consegue mostrar ao seu colaborador que:

  • Ele não é uma ilha;
  • O trabalho em equipe otimiza os resultados;
  • A interação favorece o crescimento profissional.

Promova a equidade real

Não adianta cobrar sinergia empresarial da sua equipe ou dos departamentos da sua empresa, se os seus colaboradores não são tratados igualmente no dia a dia profissional.

Pessoas que trabalham juntas são extremamente perceptivas quanto ao que acontece ao seu redor e podem se sentir desestimuladas se percebem que não são tratadas da mesma forma que seus colegas de trabalho. Elas certamente notam quando:

  • Não há isonomia salarial, ou seja: os salários não são iguais para a mesma função;
  • Uma pessoa é sobrecarregada de trabalho enquanto a outra, cheia de tempo livre;
  • Um membro da equipe preza pela pontualidade, enquanto os outros chegam constantemente atrasados;
  • Existe qualquer tipo de nepotismo ou machismo nesse ambiente.

Reconheça o esforço coletivo

O reconhecimento é importante para qualquer pessoa, mas no ambiente profissional ele se torna essencial para um profissional saber que está fazendo um trabalho que agrega valor à empresa em que trabalha.

No dia a dia, sempre valorize e elogie o esforço individual e o talento da sua equipe para fortalecer a autoestima dos seus profissionais e potencializar o seu sentimento de identidade e unidade, ressaltando que cada conquista foi esforço de um trabalho em conjunto.

Pronto para desenvolver a energia empresarial na sua equipe? Se gostou das dicas, não deixe de assinar a nossa newsletter para receber conteúdos e novidades!

Deixe seus comentários abaixo

Neder Izaac
Neder Izaac
Administrador formado pela FGV/SP e Mestre em Finanças pela FGV/SP. Atuou como analista e pesquisador na McKinsey & Company e como consultor na Accenture. Empreendedor responsável pela abertura de mais de seis negócios diferentes no ramo de restaurantes, franchising, bilhetagem eletrônica, crédito para saúde, consultoria e intermediação imobiliária. Proprietário da Empresa Realista Consultoria Empresarial. Arquiteto de soluções e projetos, dedica-se ao estudo do comportamento humano e sua relação com o desempenho das empresas.
Você também pode ler
Business team meeting brainstorming concept top view group people on table with puzzle vector illustration
O que é a liderança transformacional?
47325-pensar-fora-da-caixa-entenda-como-isso-e-um-pilar-para-a-lideranca
Pensar fora da caixa: entenda como isso é um pilar para a liderança